IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quarta, 25 de novembro de 2015, 06h00 | Tamanho do texto: A- A+

CÂNCER DE PRÓSTATA

REPORTAGEM ESPECIAL: Vencer o preconceito é desafio da campanha Novembro Azul

WALMIR SANTANA
Rádio Paiaguás - MT

Uma doença silenciosa que mata cerca 14 mil homens por ano no Brasil./ A principal causa dessas mortes é a cultura machista, aliada ao preconceito./ De acordo com o (Inca) Instituto Nacional do Câncer, esses dois fatores fazem com que quase 90% dos homens brasileiros deixem de realizar exames preventivos que detectam o câncer de próstata.//


Os números relacionados à doença são alarmantes./ Por ano são descobertos 68 mil novos casos deste tipo de câncer./ A idade é um fator de risco importante, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos.//


A descoberta precoce da doença pode aumentar as chances de cura em 90%./ Especialistas afirmam que a maioria dos homens não se examinam e não se permitem examinar, como ocorre com as mulheres./ Segundo eles, isso só deve acabar com campanhas de prevenção mais difundidas, como é o caso do "Novembro Azul".//


Assim como a campanha "Outubro Rosa", que alerta as mulheres sobre a importância de prevenção ao câncer de mama, a função do Novembro Azul é conscientizar os homens a partir dos 40 anos a respeito do câncer de próstata./ 17 de novembro é considerado o Dia Nacional de Combate à doença.//


Para o urologista Newton Fernandes Tafuri, a campanha realizada neste mês incentiva a prevenção, desconstrói preconceitos, e leva informação em prol da saúde masculina.//


Sonora 01 - Dr. Newton


O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, no Brasil./ É o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais predominante em homens./ Segundo o doutor Newton Tafuri, é importante que a prevenção contra a doença comece a partir dos 45 anos, principalmente para homens que fazem parte do grupo de risco.//


Sonora 02 - Dr. Newton

 
Conforme o médico, a evolução do câncer de próstata é silenciosa e, por isso, não apresenta sintomas ao paciente durante a fase inicial da doença.//


Sonora 03 - Dr. Newton


Ele explica ainda que na fase avançada, pode provocar sintomas urinários, dor óssea, e até mesmo infecção generalizada ou insuficiência renal.//


De acordo com o Inca, o diagnóstico do câncer de próstata se dá por meio de exame clínico, ou seja, o toque retal, em combinação com o exame de sangue./ Outros procedimentos e exames médicos, como a ultrassonografia, ajudam a informar sobre a taxa de crescimento do tumor e sua tendência à disseminação, além de ajudar na determinação do melhor tratamento para o paciente.//


O médico pode oferecer tratamentos como cirurgia, radioterapia e até tratamento hormonal./ A escolha deve ser individualizada e discutida com o médico.//


A prática de hábitos saudáveis, como a atividade física regular, alimentação balanceada e a redução do consumo de bebidas alcoólicas e cigarro diminuem as chances de ter a doença.//


O urologista Newton Tafuri reconhece a importância das campanhas voltadas à saúde./ Segundo ele, após o início desse mês de conscientização a procura por exames pelo público masculino aumentou.//


Sonora 04 - Dr. Newton


Em Mato Grosso, a campanha é uma iniciativa do Hospital Santa Casa de Cuiabá, em parceria com o Governo do Estado, por meio do Núcleo de Ações Voluntárias./ O superintendente do hospital, Duílio Mayolino, informa que uma equipe de médicos está a disposição para atender homens que desejam fazer o exame.//


Sonora 05 - Duílio Mayolino


O secretário de Estado de Saúde, Eduardo Bermudez, afirma que vários órgãos estaduais aderiram ao Novembro Azul e estão realizando palestras, alertando servidores públicos sobre a doença.//


Sonora 06 - Eduardo Bermudez


Ainda conforme o secretário, a atual gestão do Estado apoia iniciativas voltadas à prevenção de doenças e promoção da saúde, tanto do homem como da mulher.//


Sonora 07 - Eduardo Bermudez


Em Mato Grosso, de acordo com dados do Inca, a incidência de câncer de próstata é de mais de 57% para cada grupo de 100 mil homens./ O superintendente da Santa Casa destaca que a discussão em torno da doença ajuda a despertar a conscientização e combate o preconceito.//


Sonora 08 -Duílio Mayolino


Até o dia 28 de novembro, 300 consultas gratuitas podem ser agendadas na Santa Casa, que está localizada na Praça do Seminário, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá.//

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: