IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quinta, 20 de outubro de 2011, 10h11 | Tamanho do texto: A- A+

Turismo


Cuiabá

Mato Grosso oferece uma incrível variedade de roteiros turísticos. É o único estado brasileiro com regiões naturais como Amazônia, Cerrado, Pantanal e Araguaia. Além das riquezas naturais, existe por aqui também um patrimônio histórico e cultural que possibilita uma infinidade de oportunidades para os turistas.

Assim, várias formas podem ser exploradas como o turismo rural, de contemplação, cultural, pesca esportiva e o ecoturismo.

O Estado de Mato Grosso conta com 3.629 unidades habitacionais (hotéis e congêneres) que disponibilizam 10.887 leitos. O município de Cuiabá dispõe de 2.355 unidades habitacionais com 4.325 leitos disponíveis. Com o evento da Copa da Fifa 2014, está previsto o aumento de 60% de leitos disponíveis em hotéis de três, quatro e cinco estrelas na cidade de Cuiabá, através da ampliação de hotéis já existentes, bem como pela chegada de novas redes de hotéis internacionais, além de um resort cinco estrelas no entorno do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

Regiões turísticas:

Cerrado
Engloba 48 municípios entre os quais as três maiores cidades do estado: Cuiabá Várzea Grande e Rondonópolis. È um bioma árido e bastante seco durante parte do ano, mas extremamente rico em biodiversidade. São mais de 100 mil espécies de plantas, muitas delas medicinais e endêmicas. É no subsolo do cerrado mato-grossense que brotam os rios formadores das principais bacias hidrográficas do país.

Pantanal
Considerado um dos mais belos e selvagens biomas do planeta, o Pantanal tem 200 mil km2 de extensão (dois terços em território brasileiro, o restante no Paraguai e na Bolívia). Um terço da porção brasileira esta localizada em Mato Grosso, onde abrange 10 municípios no sudoeste do estado. É considerado por ornitólogos o melhor lugar do mundo para observação de aves.
Entre outubro e março, período de cheia, a chuva provoca o transbordamento dos rios. As águas correm trechos de estradas, pontes e extensas faixas de terra, formando gigantescos alagados.

O Pantanal tem como porta de entrada os municípios de Cáceres, Barão de Melgaço e Poconé, onde se praticam principalmente atividades relacionadas à observação da flora e fauna, cavalgadas, passeios de barco, safári fotográfico e trilhas ecológicas.

Amazônia
Dez porcento da maior floresta do planeta fica em Mato Grosso. São 49 cidades no noroeste do estado que abrangem quase metade do território do estado. Nessas áreas existem grandes áreas de conservação ambiental e reservas indígenas. Os maiores são o Parque Nacional do Juruena, que ocupa o extremo norte do estado, e o parque indígena do Xingu, maior reserva indígena do mundo.

Os principais polos regionais da região amazônica mato-grossense são Sinop, Sorriso e Alta Floresta. São cidades jovens, criadas a partir da década de 1970 às margens da BR163.

Araguaia
O vale do Araguaia tem mais de 2.100km2 e é marcado pela passagem do gigante rio Araguaia. Ao longo do seu território ele constitui uma fronteira natural entre os estados de Mato Grosso, Goiás e Tocantins. A região turística do Araguaia engloba 34 municípios na extensa faixa que ocupa todo leste de Mato Grosso, encontrando no sul o Cerrado e Pantanal e no norte a região Amazônica.

O rio Araguaia é um dos rios brasileiros mais famosos pelo seu número de peixes e pela transparência das águas. Os programas mais procurados pelos turistas são a navegação e pesca esportiva, além das praias de areias brancas.

Parques Nacionais de Mato Grosso
O Estado de Mato Grosso é o que possui mais parques nacionais no Centro-Oeste Brasileiro. São três: Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense, Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, Parque Nacional do Juruena. Juntos, compõem mais de 3 milhões de hectares de área protegida.

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães 
Famoso internacionalmente por sua mística e mistérios, o parque nacional de Chapada dos Guimarães tem protegido seus ecossistemas de savanas e matas, inúmeros sítios arqueológicos e monumentos históricos. É ponto de peregrinação de turistas que gostam de sentir e entrar em contato com a natureza. Suas belas cachoeiras e paisagens enchem os olhos dos visitantes.

Centro Geodésico da América Latina, o Parque Nacional de Chapada é o ponto mais central do continente. Uma experiência inesquecível, bem no coração do Brasil.

Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense
O Parque Nacional do Pantanal é considerado, pela UNESCO, Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera. Suas paisagens são tão belas e marcantes que ficam para sempre na memória dos visitantes. Quem vê um pôr do sol no Pantanal nunca mais esquece.

Sua incrível fauna e flora é destino turístico dos amantes do ecoturismo. As condições ambientais favorecem o estabelecimento de grande variedade de fauna para serem observadas em seu habitat natural. Além disso, o Pantanal é o lugar do mundo com o maior índice de borboletas.

Parque Nacional Juruena
Criado em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, e localizado entre o norte do estado do Mato Grosso e sul do Amazonas, o Parque Nacional Juruena conta com uma área de 1,9 milhão de hectares. É o terceiro maior parque do Brasil.

O parque só pode ser adentrado por visitantes com guias especializados, mas quem tiver a oportunidade vai se deparar com toda exuberância da natureza na sua forma mais selvagem. Um pedaço da Amazônia intocada dentro de Mato Grosso.


Fonte: SEDTUR e MT em Números

Mais sobre este assunto:

  • 20.10.11 10h11 » Turismo

Filtro

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: