IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quarta, 25 de novembro de 2015, 09h27 | Tamanho do texto: A- A+

FISCALIZAÇÃO

Sema embarga abatedouro clandestino

Empresa funcionava ilegalmente desde 2007, em Pedra Preta, e pela quarta vez é embargada pelo órgão ambiental. Denúncia foi feita pela Ouvidoria da Sema

FERNANDA NAZÁRIO
comunicacao@sema.mt.gov.br

A unidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) de Rondonópolis (a 215 km de Cuiabá) embargou um abatedouro que funcionava clandestinamente na cidade de Pedra Petra. Além de não possuir licenças ambientais para executar tal atividade, o estabelecimento lançava irregularmente os efluentes diretamente no solo, o que pode causar a contaminação do solo e da água e ainda aumentar o risco à saúde pública a partir da proliferação de vetores. O proprietário da empresa foi multado em R$ 100 mil.

Durante a vistoria, no dia 17 de novembro, foram apreendidos um caminhão, que era utilizado na distribuição da carne, e 1,5 tonelada de carne. Os funcionários do estabelecimento foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Pedra Preta para prestar esclarecimentos, já o proprietário do empreendimento fugiu do local.

De acordo com o diretor substituto da unidade da Sema, Leonardo de Carvalho, esse é o quarto embargo que o estabelecimento recebe. “Estivemos no local a primeira vez em 2007, mas como não houve cumprimento da ordem, interditamos pela quarta vez o abatedouro. Agora ele terá que se esclarecer com a polícia.”

A vistoria no abatedouro ocorreu em atendimento a uma denúncia recebida pela Ouvidoria da Sema. Essa ação teve apoio da 2ª Companhia de Polícia Militar Ambiental e da Vigilância Sanitária Municipal de Pedra Preta.

Denúncias

Os crimes ambientais podem ser denunciados na Ouvidoria Setorial da Sema pelo telefone 0800-65-3838; no site da Sema (www.sema.mt.gov.br) por meio de formulário; ou ainda nas unidades regionais do órgão ambiental.

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: