IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quarta, 25 de novembro de 2015, 18h33 | Tamanho do texto: A- A+

PACTO

Ação conjunta entre governadores e empresários propõe Estado mais eficiente

NATALIE LUNA/GUSTAVO NASCIMENTO
Redação/Gcom

Rafaella Zanol/GCom
http://www.secom.mt.gov.br//storage/1/webdisco/2015/11/25/374x280/42d25f11e965d9458dd6a7c2630522a8.jpg

O governador Pedro Taques se reuniu com governadores e empresários para debater a ampliação da competitividade do Brasil por meio da melhoria da eficiência do Estado brasileiro. O encontro foi realizado nesta quarta-feira (25.11) em São Paulo.

O evento denominado como ‘Pacto pela reforma do Estado’ é um desdobramento do Congresso Brasil Competitivo, realizado em 22 de setembro, também na capital paulista. Na ocasião, foi proposto o desafio de se criar uma coalizão para repensar o Estado, que até o momento conta com a participação de 16 governadores e do Movimento Brasil Competitivo, além do apoio de líderes empresariais.

A coalizão público-privada tem como objetivo contribuir para um Estado mais eficiente e capaz de responder aos desafios da sociedade propondo uma agenda de transformações compartilhadas. A ideia é realizar melhorias da oferta de serviços prestados à população, sendo o Estado um indutor e facilitador do desenvolvimento e da competitividade brasileira.

O pacto definiu que a agenda será trabalhada no âmbito estadual e federal, com a construção de propostas de curto, médio e longo prazo, de acordo com o desenvolvimento dos trabalhos. O processo de construção das ações será contínuo e envolverá as equipes técnicas dos estados.

Taques concordou que o modelo atual deve ser revisto e que é preciso criar condições para que os gestores públicos possam administrar e gerenciar com maior capacidade. O governador também criticou a falta de vontade política para resolver a crise no país e acelerar o desenvolvimento.

“Se nós fizermos um levantamento de todos esses temas vamos encontrar no mínimo três projetos em cada tema desse lá no Congresso Nacional. O que faltam não são ideias, muito boas como estas, o que falta na realidade é a vontade política para que isso seja aprovado”.

Conforme o governador, diversas reuniões foram realizadas com o Congresso, contudo, nada foi resolvido. “Apresentamos projetos como esse e não se resolveu nada. Nós precisamos tratar aqui da principal reforma, a reforma política. A presidente nos convoca para diálogos, mas só existe monólogo”.

Segundo Taques, Mato Grosso vem cumprindo o ajuste fiscal, assim como outros estados, porém, a União tem falhado em sua parte. “Nós estamos diante de uma crise política, ética e moral. Não sabemos com quem iremos nos encontrar em Brasília. Isso não nos faz pessimistas. Eu sou otimista e acima disso, eu sou realista. Precisamos dialogar e isso implica em falar a verdade. Mato Grosso irá assinar este pacto, mas precisamos comparecer à Brasília, precisamos entender que a vontade política que irá mudar isso”.

Marconi Perillo, governador de Goiás, reforçou que esta será a primeira vez que 15 governadores se reúnem em uma mesma agenda e cronograma. “Vamos sistematizar este conjunto de ações. A política precisa deixar de ser o problema, precisa ser a solução”.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que a reunião de tantos governadores apenas evidencia a urgência do tema e por isso é necessário se tomar uma atitude. “Estamos sofrendo juntos com o cidadão com a queda do PIB. Temos que trabalhar para que isso não aconteça, esta crise é dolorosa, o Brasil está perdendo a competitividade. É preciso crescer e segurar despesas para produzir arrecadação fiscal”.

Estados integrantes do Pacto

Beto Richa (Paraná); Camilo Santana (Ceará); Confúcio Moura (Rondônia); Fernando Pimentel (Minas Gerais); Geraldo Alckmin (São Paulo); José Ivo Sartori (Rio Grande do Sul); Luiz Fernando Pezão (Rio de Janeiro); Marcelo Miranda (Tocantins); Marconi Perillo (Goiás); Paulo Câmara (Pernambuco); Paulo Hartung (Espírito Santo); Pedro Taques (Mato Grosso), Reinaldo Azambuja (Mato Grosso do Sul); Ricardo Coutinho (Paraíba); Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal) e Simão Jatene (Pará).

O secretário extraordinário do Gabinete do Governo de Mato Grosso, José Arlindo e o secretário de Estado de Planejamento, Marco Marrafon, também participaram do evento.

 


 

 

Galeria de Fotos:

Geral

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: