IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quinta, 26 de novembro de 2015, 15h42 | Tamanho do texto: A- A+

PLANEJAMENTO

Autoridades se reúnem para discutir jogos universitários em Cuiabá

Competição será em novembro de 2016 e comitê organizador local vai pensar em toda logística da competição

MARCIO CAMILO
Assessoria

Luiz Carlos - CJI/SECOMM/UFMT
O evento terá investimento de R$ 7 milhões, sendo R$ 5 milhões da CBDU e R$ 2 milhões do Governo do Estado
O evento terá investimento de R$ 7 milhões, sendo R$ 5 milhões da CBDU e R$ 2 milhões do Governo do Estado

Representantes da Secretaria Adjunta de Estado de Esporte e Lazer, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Federação Mato-grossense de Esportes Universitários (Fmeu) e Prefeitura de Cuiabá fizeram, nesta quinta-feira (26.11), a primeira reunião de trabalho para discutir a organização dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs). A competição será realizada em novembro do próximo ano, na Capital.
                                           
O evento terá investimento de R$ 7 milhões, sendo R$ 5 milhões da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) e R$ 2 milhões de contrapartida do Governo de Mato Grosso. Esse recurso será destinado para a hospedagem e alimentação dos atletas, técnicos e comissão organizadora do evento. Outra parte será destinada ao pagamento dos árbitros.
                                     
Na reunião, que ocorreu no ginásio Aecim Tocantis, foram discutidos temas como as estruturas dos complexos esportivos de Cuiabá, rede hoteleira para receber atletas de fora, bem como as exigências da CBDU para a realização dos jogos. Ficou acertado que será montada uma comissão local para pensar em toda logística do evento. Essa comissão irá conhecer a realidade de cada modalidade esportiva do JUBs para fazer os ajustes necessários nas quadras poliesportivas, pista de atletismo da UFMT, Palácio das Artes Marciais e nos demais espaços que irão receber os jogos em Cuiabá.
                                    
Conforme o presidente da Fmeu, Alexandre Bregunci, a Capital vai receber 4.500 pessoas entre atletas, técnicos e árbitros durante os dias de realização da competição. “Esse evento é um dos mais importantes do país, ficando atrás apenas das Olimpíadas do Rio de Janeiro e a Copa do Mundo”, destacou.
                         
Breguncci ressaltou que o ideal é ter 20 ginásios para realizar as competições de maneira simultânea. “O judô, por exemplo, será realizado no Palácio das Artes Marciais. Temos que montar as quadras para o vôlei de praia e pensar em locais para a realização dos jogos de tênis”, citou.
                                               
Segundo o secretário adjunto de Esporte e Lazer, Pedro Luiz Sinohara, Mato Grosso, e principalmente Cuiabá, só tem a ganhar com esse evento. Primeiro por conta da questão econômica, pois a movimentação de atletas e turistas será intensa nos dias dos jogos. E isso, conforme o gestor, vai aumentar o consumo no comércio, bares e restaurantes da Capital. “Só o CBDU vai investir R$ 5 milhões em Cuiabá, que serão aplicados na alimentação e hospedagem dos atletas, técnicos, dirigentes e toda comissão organizadora dos JUBs”, especificou.
                                          
Outra questão importante é que a população terá a oportunidade de ver em ação atletas de alto nível que irão disputar as Olimpíadas no Rio de Janeiro, no mês de agosto. “Mato Grosso vai entrar na vitrine do esporte nacional e isso será uma grande divulgação, principalmente para fomentarmos o turismo no Estado”.
                                      
Já para o vice-reitor da UFMT, João Carlos de Souza Maia, o JUBs é o evento de integração entre os estudantes mais importante do país. Ele acredita que a prática esportiva, somada à qualificação acadêmica, pode ajudar na formação de cidadãos exemplares para o país. “Os jogos servem para isso: para o jovem aprender valores que não se aprendem na vida acadêmica. Está comprovado cientificamente que quem pratica esportes não se envolve com drogas ou no mundo do crime”.
                                                      
A primeira reunião de organização para o JUBs em Cuiabá contou com a presença do secretário Adjunto de Esporte e Lazer, Pedro Luiz Sinohara; vice-reitor da UFMT, João Carlos de Souza; do pró-reitor de Cultura, Extensão e Vivência da UFMT, Fabrício Carvalho; do coordenador de Esportes e Vivência da UFMT, Hildebrando Fortes; do presidente da Federação Matogrossense de Esportes Universitários (Fmeu), Alexandre Breguncci; do secretário adjunto de Esportes de Cuiabá, Breno César de Oliveira; e do diretor de Esportes de Cuiabá, Luiz Arthur.

 

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: