IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quarta, 18 de novembro de 2015, 15h12 | Tamanho do texto: A- A+

IRRIGAÇÃO

Plano Estadual será elaborado em parceria com o Banco Mundial

DAYANNE SANTANA
Assessoria/Sedec-MT

O secretário-adjunto de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Alexandre Possebon, participou nos dias 16 e 17 de novembro, em Brasília, da “Oficina de Trabalho para Discussão dos Planos Estaduais de Irrigação”. Pela primeira vez na história Mato Grosso terá o próprio plano.

O evento foi realizado pelo Ministério da Integração Nacional (MI), por meio da Secretaria Nacional de Irrigação (Senir), juntamente com o Banco Mundial (BM), Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

A oficina teve o objetivo de promover o alinhamento do Termo de Referência, documento que será encaminhado para o Banco Mundial (BM) até dezembro deste ano. A previsão é de que até março de 2016 seja realizada contratação de uma consultoria do BM para a elaboração do Plano Diretor de Agricultura Irrigada de Mato Grosso.

Além de Mato Grosso participaram representantes do Ceará, Maranhão, Piauí e Paraná. “A oficina foi essencial para a troca de experiências entre os Estados e para realizarmos ajustes no Termo de Referência e discutir e criar um plano de irrigação em Mato Grosso, algo nunca antes feito no Estado”, afirma Possebon.

Um Grupo de Trabalho foi criado pela Sedec para avaliar e discutir o uso eficiente e sustentável da água na piscicultura e agricultura. Foram realizadas mesas redondas com a participação de entidades dos setores público e privado, que contribuíram para construção do Termo de Referência.

O secretário-adjunto pontua que o programa visa contribuir para o fortalecimento da capacidade de planejamento e gestão do uso da água. “O plano vai permitir traçarmos estratégias para o desenvolvimento do setor, intensificar as áreas já consolidadas com lavouras de soja, algodão e outras culturas, e ainda desenvolver regiões de baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano)”.

O programa contribui para o desenvolvimento socioeconômico e pretende aumentar a eficiência no uso da água e na prestação de serviços, aumentar a oferta sustentável de água em quantidade e qualidade adequadas ao uso e melhorar a aplicação de recursos públicos no setor água reduzindo perdas econômicas causadas por deficiências.

O governo de Mato Grosso foi representado pela Sedec, Gabinete de Articulação e Desenvolvimento Regional (GDR) e Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf).

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: